MPC-RO participa do lançamento de campanha dos MPCs para enfrentamento à violência contra a mulher

0
44
O enfrentamento à violência contra a mulher foi um dos temas abordados na reunião do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais de Contas

O Ministério Público de Contas de Rondônia (MPC-RO), por meio de sua procuradora-geral, Yvonete Fontinelle de Melo, participou nessa quarta-feira (28), em Florianópolis (SC), da reunião do Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais de Contas (CNPGC), sendo uma das temáticas abordadas o enfrentamento à violência contra a mulher.

No encontro, foi lançada a ideia da criação de uma rede nacional integrada por instituições e órgãos públicos, assim como de entidades representativas da população, a fim de pactuar o compromisso dos poderes constituídos e da sociedade civil em promover as políticas públicas para o enfrentamento a toda e qualquer forma de violência e discriminação contra as mulheres.

Anfitriã do evento, a procuradora-geral de Contas de Santa Catarina, Cibelly Farias, disse que a criação da rede representará um momento simbólico, haja vista a possibilidade de dar acolhimento às mulheres, congregando instituições importantes em diversas áreas, como segurança, saúde, educação, assistência social, trabalho, entre outros.

Por sua vez, o presidente do CNPGC, Ricart Coelho dos Santos, que é procurador-geral do MPC-RN, afirmou que o projeto de criação da rede possibilita o trabalho em conjunto de todos os MPCs, especialmente no que tange à aplicação de recursos públicos de forma mais efetiva em relação à proteção e ao enfrentamento à violência contra a mulher.

EM RONDÔNIA

Ao participar dos debates no encontro do CNPGC, a procuradora-geral do MPC-RO, Yvonete Fontinelle, ratifica sua preocupação com a temática, manifestada durante participação dela no evento 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher, realizado no último dia 21, em Porto Velho.

Na ocasião, Yvonete disse que o MPC pode, dentro de sua competência, contribuir sobremaneira para ações que busquem à promoção do enfrentamento à violência contra as mulheres. “Precisamos dar um basta na violência contra a mulher, que não ocorre apenas fisicamente, mas em outras dimensões, como moral, patrimonial, psicológica. E para tanto o Ministério Público de Contas se orgulha de, neste ato, oficializar o compromisso de aderir à Rede Lilás, vestindo essa camisa e dando sua contribuição a essa importante e necessária iniciativa”, disse a procuradora-geral em sua manifestação durante o evento.

A representante do MPC ainda apresentou dados e informações sobre o tema da violência contra a mulher, visando estimular uma reflexão sobre a necessidade de se adotar atitudes e ações para enfrentar essa grave realidade em nossa sociedade. Segundo ela, em que pese avanços registrados em diversas áreas de sua atuação, a mulher ainda enfrenta sérias dificuldades, sendo a violência uma das questões centrais.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here