Sinjor segue rotina de visitas pelo interior do Estado e resgata profissionais afastados

0
16

A dinamização das políticas de revitalização do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Rondônia (Sinjor), nas últimas semanas, ganhou novos impulsos com a visita do diretor de cultura, Miro Costa, aos colegas da categoria pelos municípios rondonienses. Dentre os objetivos principais, está a mobilização para “a nossa atualização cadastral junto ao Sinjor. Isso nos permite maior representatividade. Um sindicato forte somente se faz com o maior número de membros integrados”, explica o diretor durante reunião de pautas na sede do sindicato, em Porto Velho.

Dentre as cidades já visitadas pela diretoria do Sinjor, destaque para os municípios de Ariquemes e Rolim de Moura, de onde se obteve mais expressividade quanto às atualizações de cadastros. Segundo informações de Miro Costa, a receptividade da categoria tem sido animadora e representa as expectativas e apostas na atual gestão do sindicato. O diretor de cultura também ressaltou que nas próximas semanas visita outros municípios, dentre estes, Cacoal e Jaru. “Tenho viajado muito pelo interior e percebo o interesse de nossos companheiros quando estes me procuram para saber mais sobre o Sinjor. Fico feliz em poder integrar-me a este momento de crescimento do grupo”, considera o diretor.

Ao finalizar discussão a respeito do momento positivo por que passa o Sindicato dos Jornalistas de Rondônia, Miro Costa frisou também sobre a importância do fortalecimento da categoria através da adesão, através de filiação e atualização cadastral. “O Sinjor tem uma história muito bonita e passou alguns anos de dificuldades. Mas agora, estamos conseguindo arregimentar nossos companheiros em prol de dias melhores. É animador constatar que mais de 70% da categoria já se volta para o Sindicato, contribuindo de diversas formas. Vale lembrar que a anistia de débitos, para os devedores antigos, foi fundamental para que muitos retornassem”, finaliza Miro Costa.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here