Farina participa da elaboração de plano nacional da aquicultura

0
28

PISCICULTURA

A Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária (CNA) e a Secretaria Nacional da Aquicultura e da Pesca (Seap) reúnem representantes de todo o país nesta quarta-feira para a elaboração do Plano Nacional de Desenvolvimento da Aquicultura. O empresário ariquemense Francisco Hidalgo Farina participa do encontro, levando a necessidade de valorização dos peixes amazônicos, principalmente as espécies Tambaqui e Pirarucu, com alto potencial de comércio no cenário nacional.

O encontro serve para envolver todos os elos do setor produtivo (produção aquícola, indústria de alimentos, indústria de equipamentos, indústria de processamento e comercialização) para a consolidação e validação sobre as problemáticas hoje encontradas na cadeia e propostas de soluções.

Farina defendeu a necessidade da regularização ambiental das propriedades por parte dos governos e dos produtores e também buscou parcerias para o melhoramento das técnicas de produção dos peixes de cultivo na Amazônia, aproveitando os recursos hídricos, sem agredir a natureza.

O empresário ariquemense é presidente da Associação Comercial e Industrial de Ariquemes (ACIA); presidente eleito da Federação das Associações Empresariais de Rondônia (FACER); presidente da Associação dos Criadores de Peixe de Ariquemes e Região (ACRIPAR); presidente da Câmara Setorial da Piscicultura de Rondônia; membro do Conselho Deliberativo do Sebrae/RO; membro efetivo do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Rondônia (CONDER).

CENÁRIO DO PEIXE EM RONDÔNIA

Rondônia hoje desponta como o maior produtor nacional de Tambaqui de cultivo e um dos maiores dos pais. A estimativa do Governo de Rondônia é de que anualmente sejam produzidos mais de 90 mil toneladas de peixe de cultivo no estado, com destaque para Ariquemes na região do Vale do Jamari, com mais de 33% da produção estadual.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here