Auditoria interna do TJRO é aprimorada com curso de indicadores

0
29

 “Análise de Indicadores de Desempenho” é o tema da formação, ocorrida nos dias 15 e 16 de outubro, promovido pela Escola da Magistratura do Estado de Rondônia (Emeron).a vinte servidores da Secretaria Especial de Auditoria Interna e Controle (Seaic) do Tribunal de Justiça de Rondônia. O curso pretendea construir e implantar métricas adaptadas à realidade organizacional do TJRO e realizar análises de resultados dos processos da área-fim e de suporte de modo a garantir o alcance das metas e objetivos institucionais.

É função da Seaic planejar e realizar análise e consultoria acerca da qualidade dos processos de gerenciamento de riscos, controles internos e governança, com o objetivo de melhorar o desempenho organizacional quanto aos aspectos de economicidade, eficiência, eficácia e efetividade em relação à gestão orçamentária, financeira, patrimonial e contábil do Poder Judiciário de Rondônia. Dentre as atividades da secretaria está inserida a avaliação do cumprimento e dos resultados das metas previstas no plano institucional e plurianual, além da execução dos programas e dos orçamentos do tribunal e do Fundo de Informatização, Edificação e Aperfeiçoamento dos Serviços Judiciários (FUJU).

Indicadores4

A metodologia trazida pelo curso propicia maior racionalização no uso dos recursos e o direcionamento e ajuste das estratégias com vistas ao alcance das metas e consecução dos objetivos, a sustentabilidade e a sobrevivência da organização. Ministrada por Flávio Popinigis, da Associação Brasileira de Orçamento Público (ABOP), sediada em Brasília, a formação “se destina a fazer uma avaliação da qualidade, da adequação e da gestão dos indicadores de desempenho. O tribunal já fez um belíssimo trabalho, criou um plano estratégico com o Balanced ScoreCard (BSC), aquele mapa estratégico com os indicadores”, diz Flávio.

O ministrante desenvolveu uma metodologia nova específica para o curso, para aprimorar e avaliar se os indicadores estão bons e devem ser continuados, descontinuados ou criados novos. “A equipe já trabalha com indicadores e estamos então validando uma proposta metodológica. Já criamos pesos para os indicadores e é muito importante que eles sejam representativos de cada processo para realmente dar assertividade para uma boa decisão do gestor, o que por sua vez melhora os processos”, afirma.

Por fim, Flávio elogio o plano estratégico do TJRO, “Essa oficina vai ajudar a melhorar o sistema de indicadores, esse processo é para quem está com isso no dia a dia. É também importante para a reunião de avaliação estratégica, realizada a cada trimestre pela administração com os gestores de cada departamento para olhar os indicadores e tomar ações, essa é a ideia da melhoria contínua”, destacou.

Assessoria de Comunicação Institucional

Com informações da Emeron

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here